Pular para o conteúdo principal

Resenha: Fim de Jogo

LIVRO: FIM DE JOGO ANO DE LANCAMENTO: 2022 AUTOR: DANIEL COLE EDITORA: ARQUEIRO NÚMERO DE PÁGINAS: 304 CLASSIFICAÇÃO: ☆☆☆ Sinopse: O suposto suicídio do policial aposentado Finlay Shaw tira o controverso detetive William Fawkes, conhecido por todos como Wolf, de seu isolamento autoimposto. Enquanto tenta se defender de uma condenação pelos crimes praticados durante o caso Boneco de Pano, Wolf se lança numa corrida contra o tempo para chegar à verdade sobre a morte do amigo. Mal sabe ele que está lidando com questões do passado do policial aposentado que ameaçam pessoas poderosas dentro da própria corporação. Apenas uma força-tarefa unida pelos laços de amizade com Finlay será capaz de solucionar o mistério. Isso se seus integrantes chegarem vivos ao final. Olá, caros leitores e caríssimas leitoras. Como estão?  Preparados para mais uma resenha literária? Vamos conhecer então! Três anos depois da publicação de Boneco de Pano, seu thriller de estreia, Daniel Cole encerra o que ele consid

Resenha: Amor(es) Verdadeiro(s)

LIVRO: AMOR(ES) VERDADEIRO(S)

ANO DE LANÇAMENTO: 2020

AUTORA: TAYLOR JENKINS REID

EDITORA: PARALELA

NÚMERO DE PÁGINAS: 288

CLASSIFICAÇÃO: ☆☆☆☆




 

Sinopse: Emma Blair casou com seu namorado do colegial, Jesse, quando tinha vinte anos. Juntos, eles construíram uma vida diferente das expectativas de seus pais e das pessoas de sua cidade natal, Massachusetts. Sem perder nenhuma oportunidade de viver novas aventuras, eles viajam o mundo todo, curtindo a vida ao máximo.

Mas, em vez do tradicional "e viveram felizes para sempre", uma tragédia separa os dois, no dia do seu aniversário de um ano de casamento. O helicóptero com o qual Jesse sobrevoava o Pacífico desaparece e, simples assim, o amor da vida de Emma se vai para sempre.

Emma volta para sua cidade natal em uma tentativa de reconstruir a vida e, depois de anos de luto, reencontra um velho amigo, Sam, que lhe mostra ser, sim, possível se apaixonar novamente. E quando os dois ficam noivos? Emma sente que a vida lhe deu uma segunda chance de ser feliz.

Pelo menos é o que parece — até que Jesse é encontrado. Ele está vivo e tentou voltar para casa, para Emma, todos esses anos que passou desaparecido. Agora, com um marido e um noivo, Emma precisa descobrir quem ela é e o que quer, enquanto tenta proteger todos que ama

Emma sabe que precisa escutar seu coração, ela só não tem certeza se sabe o que ele está querendo dizer.




Olá, caros leitores e caríssimas leitoras! Como estão? Preparados para mais uma resenha literária? Vamos conhecer então!




Um pouco menor que seus outros trabalhos, em Amores Verdadeiros, Taylor Jenkins Reid entrega uma história de amor abalada pelo destino. Emma perdeu o marido, Jesse, para um acidente de helicóptero e depois de anos vivendo seu luto conseguiu se reerguer. Atualmente, ela está noiva de Sam, que é apaixonado por ela desde a época da escola, mas tudo muda quando Emma recebe a ligação de seu marido dizendo que está vivo e voltando para casa.

Em seguida, o leitor é transportado para o passado, mais especificamente para a adolescência de Emma (quando ela se apaixonou por Jesse), para entender a história dessas três vidas interligadas até o momento presente da história. E é aí que entra um possível problema. 

Essa primeira parte dura, praticamente, metade do livro, o que pode prejudicar a dinâmica da história para o leitor que está mais ansioso para saber o que Emma irá fazer, já que levou um mini-spoiler logo no primeiro capítulo. Porém, pessoalmente, não vejo como o livro funcionaria de outra forma e acredito que talvez seja este o motivo pelo qual a autora optou por um livro mais curto para contar essa história.

Enfim, Jesse volta e tudo vira uma bagunça até os três personagens conseguirem enfrentar a realidade e enxergar uma solução. Como fizemos uma visita ao passado, sabemos como cada personagem evoluiu (ou não) e como isso afeta o presente da história. Emma, por exemplo, era como uma rebelde sem causa na adolescência, queria viver longe da responsabilidade da livraria dos pais e sair para conhecer o mundo. Jesse, na época um grande nadador da equipe escolar (forçado pelos sonhos e planos dos pais), sentia as mesmas coisas e, por isso, os dois acabaram se unindo logo jovens. Já em Sam, apaixonante desde o primeiro momento, percebe-se uma maturidade que para muitos adolescentes pode ser vista como caretice (o típico jovem prodígio sonho de todos os pais). Não preciso dizer que Emma e Sam não deram tão certo nessa fase.

Porém, veio o acidente de Jesse, o luto de Emma e o jogo do destino que a fez se reencontrar com Sam e começar a viver uma história de amor depois de anos. A NOVA  Emma (depois de enfrentar a perda do marido e reconstruir sua vida na cidade dos pais) se encaixa perfeitamente com Sam, que é apenas uma versão melhorada do que já era bom no passado. Quando Jesse retorna, obviamente, ele quer que tudo volte ao normal e vai fazer de tudo para reconquistar Emma. Mas será que eles são o que o outro precisa? Será Jesse o mesmo depois de passar anos perdido numa rocha em mar aberto? Sam irá lutar pelo seu noivado? Emma vai ter que decidir entre os dois amores verdadeiros de sua vida?

A narrativa é bem no estilo coming of age (os chamados romances de formação ou amadurecimento) e se aproveita de um drama do futuro para atiçar a curiosidade do leitor e contar o passado através de conflitos que dizem respeito apenas aos personagens. É muito difícil julgar as atitudes de cada um e, mais ainda, se colocar no lugar de Emma, Jesse e Sam. A autora realmente consegue envolver o leitor e fazê-lo torcer pelos personagens, chorar por eles e até mesmo dar boas risadas em alguns momentos. Em resumo, AMOR(ES) VERDADEIRO(S) entrega exatamente o que promete, mas a obra não chega a ser o melhor livro da autora. Espero que tenham curtido a resenha!




Comentários

  1. A resenha ficou ótima, mas não me atraí muito pela indicação. Obrigado por compartilhar com a gente, aqui. Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Como eu disse na resenha do outro título da Taylor Jenkins Reid não pretendo ler títulos mais antigos dela, gostei de saber que o livro tem uma narrativa bem coming-of-age pois é um dos meus estilos de narrativa favoritos, será que terei que abrir uma exceção? hahaha

    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovana! Se você gosta de narrativas coming-of-age, certamente este aqui irá lhe agradar. Aconselho a ler o livro. Abraço!

      Excluir
  3. Oieee Luciano, tudo bem? Conhecia o livro, mas não tinha visto ainda a sua sinopse. Achei maravilhoso e é o típico do livro que eu amaria ler e por isso já entrou na minha lista. Sei que ele não é o melhor da autora, mas se puder dizer qual você mais gostou adoraria saber! Abraços!
    4 You Books Mania

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thâmila! Vou bem, e você? Não deixe de conferir. O livro da Taylor que mais me agrada é Os sete maridos de Evelyn Hugo, embora eu goste dos demais também. Aliás ela é maravilhosa escrevendo, não é mesmo? Abraço!

      Excluir
  4. Oi Luciano,
    A Taylor Jenkins Reid sabe muito construir uma história e me prender até o último segundo. Essa obra que não tem certo ou errado mesmo, só mostra o amadurecimento e as mudanças naturais da vida, realmente tocou meu coração. Adoro esse livro!

    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Alessandra! Ela é uma exímia escritora. No geral seus livros são maravilhosamente bem construídos. Que bom que a obra tenha lhe tocado. Abraço!

      Excluir
  5. Olá, Luciano.
    Eu até peguei esse livro para ler no Netgalley, mas acabei deixando de lado por causa do tema. Eu não consigo me imaginar vivendo uma situação dessas, a dificuldade que deve ser para os envolvidos. E apesar da curiosidade para saber quem ela escolheu, acho que é o que menos importa no livro.

    Prefácio

    ResponderExcluir
  6. Depois da minha única experiência com a autora, nunca mais li nada dela. Talvez por causa do hype que veio, trazendo o sucesso instantâneo com os livros dela, não sei. Estou deixando tudo isso baixar um pouco, para poder ler os livros dela novamente.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    Pinterest | Instagram | Skoob

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Hanna! Os livros da autora valem muito a pena lê-los. Certamente você irá gostar das obras. Beijo!

      Excluir
  7. Thanks for your review:)

    https://camdandusler.blogspot.com/2022/06/vegan-leatger-bagsinbono.html

    ResponderExcluir
  8. Oie, que tensão nessa história, não imagino a história sendo resolvida sem que alguém saia machucado. Gostei da resenha.

    Bjs

    Imersão Literária

    ResponderExcluir
  9. A história me parece que tem uma reviravolta e depois de algum tempo deve ter muita superação.
    Quero muito ler e a dica já está anotada.
    Abraços.



    http://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! Não deixe de conferir, depois conte-me sua experiência com a obra. Abraço!

      Excluir
  10. Oi
    que bom que pelo menos a história entregou o que prometeu, só li um livro da autora até hoje, porém já tenho outro e pretendo ler esse também algum dia.

    https://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Denise! Leia sim, certamente você irá gostar. Abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog