Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de maio, 2024

Sobre Sebos e Livros

Olá caros leitores e caríssimas leitoras! Como estão? Hoje venho falar de um assunto importante para comunidade leitora brasileira. Se você assim como eu gosta muito de ler, então essa postagem é pra você mesmo. Uma dica que posso dar para você que quer muito ler um livro, mas não tem dinheiro, no momento, para comprá-lo porque está caro é parar um momento para repensar a questão do consumo inteligente, pois a moda do momento e do futuro é ser uma pessoa sustentável, não é mesmo?! Então tentar encontrar um exemplar de segunda mão seria uma opção bastante acessível para você. Em geral os SEBOS sempre serão os melhores amigos de leitores ávidos, e pensando nisso, vai que encontra algum livro interessante por lá e com precinho camarada? Então, não perca tempo e procure logo por eles! Se não encontrar o livro que quer, espere um pouco e volte lá em alguns dias, uma hora esse livro vai chegar no SEBO mais perto de você. Acredite! Seja persistente! Caso não tenha paciência ou saúde, por ser

Resenha: Conto De Fadas

LIVRO: CONTO DE FADAS  ANO DE LANÇAMENTO: 2022 AUTOR: STEPHEN KING EDITORA: SUMA NÚMERO DE PÁGINAS: 624 CLASSIFICAÇÃO: ☆☆☆☆☆ Sinopse: Aos dezessete anos de idade, Charlie Reade parece ser um garoto comum: pratica esportes, é um filho atencioso e aluno de desempenho razoável. Suas lembranças, entretanto, não são feitas apenas de momentos felizes. Após perder a mãe em um grave acidente quando tinha apenas dez anos, Charlie precisou aprender a cuidar de si e do pai, que, enlutado com a perda da esposa, buscou refúgio na bebida. Certo dia, ao pedalar pela rua de casa, Charlie atende um pedido de socorro vindo do quintal de um dos vizinhos: Howard Bowditch. O homem recluso e rabugento, que amedrontava as crianças do bairro, cai de uma escada e se machuca gravemente. O chamado por ajuda veio de Radar, a fiel pastor alemão, tão idosa quanto seu dono. Enquanto Bowditch se recupera, Charlie passa a ajudar o vizinho com tarefas domésticas e com o cuidado de Radar, e assim o rapaz faz duas grande

Resenha: Os Malaquias

LIVRO: OS MALAQUIAS  ANO DE LANÇAMENTO: 2022 AUTORA: ANDRÉA DEL FUEGO EDITORA: COMPANHIA DAS LETRAS NÚMERO DE PÁGINAS: 200 CLASSIFICAÇÃO: ☆☆☆☆☆ Sinopse: Após perderem os pais, os irmãos Nico, Júlia e Antônio veem-se diante de nova realidade. O mais velho, ainda criança, passa a trabalhar na fazenda de um poderoso da região; a menina, por sua beleza, é adotada e levada para outra cidade; o caçula, um garoto que não cresce, é acolhido pelas freiras do orfanato. Separados ainda na infância, os três vão seguir diferentes caminhos, a um só tempo fantásticos e reais. A escassez de água, de amor e de unidade, que acompanha a família desde o raio que a originou, torna-se abundância à medida que as páginas do livro revelam novas e extraordinárias personagens ― freiras francesas, traficantes de bebês, espíritos ancestrais e pessoas que desaparecem no vapor de um bule a ferver ―, entremeadas por um vale mágico, despertado pela chegada de uma hidrelétrica à cidade de Serra Morena, onde pouco a pou

Poema: Rosa

Olá, caros leitores e caríssimas leitoras! Como estão?  Hoje é dia de poema por aqui. Vem conferir! Poema: Rosa Rosa, com tua cor encantadora. Tão bela és, ó flor sedutora. Tu és símbolo de amor e paixão.  Transbordas vida em cada coração. Teu perfume exala em cada canto. Enfeitando jardins, o mundo encantando.  Tuas pétalas macias desabrocham.  Como um abraço que o coração deseja. Rosa rubra, intensa e vermelha. Expressas a paixão que se atrela. Tu és o símbolo da força feminina. Com tua beleza que fascina. Mas há também a rosa branca. Que transmite paz e alma inocente. Com sua delicadeza e pureza. Enfeitiça em sua beleza. As rosas amarelas irradiam alegria. Espalham sorrisos na grande metrópole da monotonia. Com seu brilho dourado e vibrante. Colorem a vida, como um instante. Rosas, flores tão especiais. Que embelezam os dias e são naturais. A tua imortalidade em poesia se traduz. Ensinando o amor e a resiliência à luz. Que a rosa, em toda sua exuberância. Continue a ser símbolo de e