Pular para o conteúdo principal

Resenha: Apenas Mais Uma Aventura

Livro: Apenas Mais Uma Aventura
Editora: Pendragon
Autor: Lucas Fernandes

Sinopse:
Pedro é apenas um garoto de quinze anos disposto a resgatar seu amigo desaparecido. Desespero é uma entidade milenar, disposto a conquistar o mundo. Ambos vão se encontrar em Imaginaria, um mundo imaginado por um gnomo ilusionista, mas real o suficiente para lançar ambos em uma jornada épica. Através de montanhas de Nhá Benta, pântanos lodosos e cemitério de árvores, Pedro deve se tornar o Lendário Guerreiro Esperança, antes que Desespero encontre os artefatos que permitem que recupere seu poder. Uma luta clássica entre o bem e o mal em tempos modernos. Apenas mais uma aventura, mas que você não vai conseguir esquecer.

Olá queridos leitores e queridas leitoras, hoje eu trago para vocês mais uma resenha literária. Venham comigo descobrir minhas impressões à respeito da obra.

Pedro o protagonista do livro é um apenas um garoto de 15 anos, no entanto seu mundo vira de ponta a cabeça a partir do momento em que ele vê seu amigo Ricardo desaparecido e se prontifica a encontrá-lo. O livro é maravilhosamente bem escrito. De início o leitor(a) pode até ter o pensamento de não ter novidades e cenas atraentes nessa obra, pois em se tratando do gênero, normalmente são mais do mesmo contados de uma maneira diferente e com ingredientes diferenciados entre si, contudo neste livro especificamente existe algo único, que é o fato de as personagens e os elementos serem tão bem detalhados e descritos com total primazia que, dificilmente você leitor(a) se esquecerá deles quando estiver concluído sua leitura. A escrita do autor é bastante sofisticada dando um toque extra nessa aventura de verossimilidade que beira a perfeição. É impressionante como autor conseguiu em um único livro transmitir tantos valores importantes para aquele que o lê num livro desse gênero. O livro não extenso, mas mesmo assim sua riqueza de conhecimentos é bastante atraente, muito embora haja no livro todos os elementos e situações triviais e básicas para se compor um enredo tão expressivo e atraente. Conflitos e muita ação pelo poder e também várias descobertas inusitadas lhe esperam ao longo das páginas dessa aventura, que o título sugere muito bem. Se você gosta do gênero aventura fantástica então este aqui certamente lhe agradará em cheio, como agradou este que vos escreve.

Quote favorito
Ricardo era o líder. Não importava o problema. Brigas no pátio da escola, professores ranzinzas ou provas impossíveis.

A obra é recomendadíssima, se puderem não deixem de conferir. O livro é muito bom! Finalizo por aqui, espero que tenham gostado da resenha e até a próxima!

Comentários

  1. Olá, Luciano.
    Eu não sei se leria esse livro. Achei o enredo meio infantil, mas quem sabe hehe.

    Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Sil! O livro é infanto juvenil mesclado com fantasia.

      Excluir
  2. Livros juvenis que nos fazem pensar sobre a vida são sempre muito bem-vindos! Achei interessante como este enredo se propõe a causar uma reflexão sobre a amizade.

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fernanda! É sempre um prazer vê-la novamente em meu blog. Fico tão feliz em te ver por aqui. Esse livro é muito bom de ser lido, muito embora seja juvenil, serve para adultos também. Beijo!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Zona de conforto!

Todos nós já passamos por muitas decepções e frustrações ao longo de nossa caminhada. Com o passar do tempo, ficamos receosos com tudo e todos. Muito normal, mas não podemos ser dominados pelo medo. Por receio dos riscos, fracassos e frustrações podemos acabar inconscientemente com as nossas realizações. Ou seja, o medo é o maior causador da autosabotagem. Achamos que não somos capazes e merecedores de vitórias, sucesso e felicidade.
O desconhecido nos provoca muito medo. "Vai dar tudo certo? O que vai acontecer? Terei sucesso?" Esse medo faz com que nos mantenhamos na nossa “zona de conforto”. Muitas pessoas encontram-se estagnadas em sua vida porque se deixam amedrontar por essa sensação de insegurança.
Pare e reflita! Como é viver sem arriscar? Viver sem intensidade? Viver com medo? É viver de uma forma mais ou menos, sem aquele frio na barriga ou adrenalina. Você perde oportunidades incríveis por causa dessa insegurança. O medo é o pior empecilho para que você atinja se…

Incompletos!

Perdemos vários aprendizados quando esse acesso é interrompido, os tais emaranhados, e com isso dificultamos nosso processo natural de evolução.
Então, se essas informações nos pertencem, porque não podemos nós mesmos resgatá-las?
Basta para isso que tenhamos alguns pontos a considerar.
Se você tem dificuldade em aceitar seus erros, vai ficar muito difícil entender as emoções e reflexões que esse processo irá gerar. Tem que estar ciente que não somos o umbigo do mundo, que nem sempre o erro está no outro e estar disposto a promover modificações na forma de agir e pensar.
Todos os movimentos que fazemos durante uma constelação têm por objetivo olhar os membros da família com amor. Não se tem como aprender com a vivência do outro se não compreendemos que por mais “daninha“ aparentemente tenha sido sua passagem nesse mundo, sempre se tem o que aprender com ele. Sem essa compreensão, excluímos o indivíduo e com ele toda a gama de sabedoria que nos seria útil. Lembrando que "exclusão…

Resenha: Mini contos e muito menos

Obra: Mini contos e muito menos
Editora:Amazon/Independente
Autor: Marcelo Spalding

Sinopse:
Minicontos e Muito Menos é o primeiro livro de minicontos de Marcelo Spalding, doutor em Língua Portuguesa que, em seu Mestrado, fez a primeira dissertação do Brasil sobre os minicontos. Marcelo também é editor do site www.minicontos.com.br


Olá queridos leitores e leitoras, hoje trago a vocês uma resenha de uma  obra muito peculiar, trata-se de "mini contos e muito menos". Pelo título já dá para saber que a obra é de mini contos, para ser preciso são 5 mini contos contidos na obra. Os nomes dos mini contos são: Cinco Marias, Ciranda da vida, Cédula viva, Faces de sete poemas e Sinal dos tempos. Os minicontos são narrados independentes, os mesmos não possuem ligação entre si, visto que, em alguns livros de contos, os mesmos possuem ligação com os outros, nessa obra não. Eu achei os minicontos muito bem escritos, com tramas bem elaboradas e também coerentes em suas histórias, contudo …