Pular para o conteúdo principal

Sobre Sebos e Livros

Olá caros leitores e caríssimas leitoras! Como estão? Hoje venho falar de um assunto importante para comunidade leitora brasileira. Se você assim como eu gosta muito de ler, então essa postagem é pra você mesmo. Uma dica que posso dar para você que quer muito ler um livro, mas não tem dinheiro, no momento, para comprá-lo porque está caro é parar um momento para repensar a questão do consumo inteligente, pois a moda do momento e do futuro é ser uma pessoa sustentável, não é mesmo?! Então tentar encontrar um exemplar de segunda mão seria uma opção bastante acessível para você. Em geral os SEBOS sempre serão os melhores amigos de leitores ávidos, e pensando nisso, vai que encontra algum livro interessante por lá e com precinho camarada? Então, não perca tempo e procure logo por eles! Se não encontrar o livro que quer, espere um pouco e volte lá em alguns dias, uma hora esse livro vai chegar no SEBO mais perto de você. Acredite! Seja persistente! Caso não tenha paciência ou saúde, por ser

Resenha: Conto De Fadas

LIVRO: CONTO DE FADAS 

ANO DE LANÇAMENTO: 2022

AUTOR: STEPHEN KING

EDITORA: SUMA

NÚMERO DE PÁGINAS: 624

CLASSIFICAÇÃO: ☆☆☆☆☆




Sinopse: Aos dezessete anos de idade, Charlie Reade parece ser um garoto comum: pratica esportes, é um filho atencioso e aluno de desempenho razoável. Suas lembranças, entretanto, não são feitas apenas de momentos felizes. Após perder a mãe em um grave acidente quando tinha apenas dez anos, Charlie precisou aprender a cuidar de si e do pai, que, enlutado com a perda da esposa, buscou refúgio na bebida. Certo dia, ao pedalar pela rua de casa, Charlie atende um pedido de socorro vindo do quintal de um dos vizinhos: Howard Bowditch. O homem recluso e rabugento, que amedrontava as crianças do bairro, cai de uma escada e se machuca gravemente. O chamado por ajuda veio de Radar, a fiel pastor alemão, tão idosa quanto seu dono. Enquanto Bowditch se recupera, Charlie passa a ajudar o vizinho com tarefas domésticas e com o cuidado de Radar, e assim o rapaz faz duas grandes amizades. Quando Howard morre, Charlie se depara com uma fita cassete que revela um segredo inimaginável: um portal para outro mundo. 




Olá, caros leitores e caríssimas leitoras! Como estão?  Hoje é dia de resenha por aqui. Vamos conhecer a obra!




Em suas obras mais recentes, King deixou um pouco de lado o terror que fez dele o mestre do gênero no mundo e se embrenhou em diferentes caminhos seja do suspense ou da fantasia. Mas seu vigor enquanto um bom contador de histórias, que sabe envolver os leitores em mínimas descrições e ambientações, permanece tão forte quanto em obras do início de sua carreira como A DANÇA DA MORTE ou O ILUMINADO, isso só para citar dois grandes calhamaços que têm no terror seu principal combustível.

CONTO DE FADAS é claramente uma fantasia que homenageia grandes obras do gênero e vamos encontrar referências a todo momento ao longo da narrativa. Algumas imperceptíveis, mas se vocês lerem com bastante atenção vão identificar pequenas passagens, detalhes de nomes ou cenários e, claro, ligações com outras obras de Stephen como já é costume em seus livros. E logo na abertura, a dedicatória é para um trio de peso: Robert E. Howard (autor de CONAN, o BÁRBARO), Edgar Rice Burroughs (autor de TARZAN), e H.P. Lovecraft (que dispensa apresentações). Amigo de Stephen, Ray Bradbury também aparece em citações e referências. Em resumo, e pra começo de conversa, CONTO DE FADAS é um livro que tem muito de homenagem e referência a pesos pesados da literatura fantástica e de aventura. É uma fantasia com boas pitadas de drama e romance. O livro se divide em duas partes bem distintas e que têm características totalmente opostas. Inicialmente, nos vemos diante de um grande drama contado de forma a aquecer os corações. A relação de Charlie, um garoto, com o misterioso e recluso idoso, Howard, e sua cadela, Radar. Aqui, há muito de amizade, respeito, construção de relações e a interação entre a juventude e a terceira idade. Fortes laços de amizade, aliás, são uma característica marcante em diversas obras de King e ele sabe muito bem construir e fortalecer esses laços através dos caminhos e descaminhos da vida. É tudo muito real e palpável. Num segundo momento, Charlie é levado para o mundo fantástico, através de um buraco que pode, ou não, lembrar Alice (quem sabe?) e o drama cede espaço para um reino em ruínas em que a tradicional batalha de bem versus mal vai se desenrolar. Aqui, a galeria de personagens é extensa e embarcamos em uma aventura na busca de retomar o controle do reino e derrotar as forças que o usurparam. A história fica mais detalhada e em vários momentos perde um pouco do seu vigor. A obra  reúne uma miscelânea de elementos que já esbarramos em dezenas de outras obras de Stephen. Não é repetitivo, mas é bastante conhecido de seus leitores fiéis. Nada aqui passa muito longe de aventuras como O TALISMÃ, OS OLHOS DO DRAGÃO ou partes de A TORRE NEGRA. É familiar demais e ecoa alguns dos bons momentos de sua carreira. Mas há qualidade na construção de uma trama em que as relações de lealdade, sentimento familiar, honestidade, preocupação com o outro etc. se escondem tão bem por trás de um reino fantástico em que a ganância trouxe o cinza e escondeu o azul do céu. Em uma obra que foi escrita praticamente no período em que o mundo vivia o pesadelo da covid-19, CONTO DE FADAS pode ser visto, a partir de suas entrelinhas, como uma ode aos sentimentos mais humanos e fraternos que possam existir. Há muito de comovente nas atitudes, na postura e no crescimento do protagonista Charlie. Um garoto que está bem longe de ser o mocinho ideal. Pelo contrário, ele fica remoendo em vários momentos suas atitudes mais reprováveis, ele faz promessas de ser alguém melhor, ele desenvolve uma relação com seu pai que mexe com a gente. E quando Charlie encontra Howard. Quando há um choque de gerações e um idoso passa a ser entendido por um jovem. Tudo isso coroado por uma simpática e maravilhosa personagem canina, talvez estejamos diante de algumas dessas muitas entrelinhas que a obra esconde. Isso sem falar na diversidade de personagens das terras de Empis. A obra não inventa a roda nem traz nenhuma grande reviravolta narrativa que deixe leitores boquiabertos ou sem fôlego. Misto de fantasia com drama, é o tipo de livro que dá prazer em ler e reforça, em muitos de nós, o sentimento de porque gostamos tanto de boas histórias. É um conto de um garoto que ao conhecer um misterioso senhor ganha um passaporte para um reino de mistérios, sonhos e perigos. É uma fábula de amizade, respeito, crescimento e amor. É King aquecendo nossos corações com uma história que comove e traz nostalgia. É isso pessoal!  Espero que tenham curtido a resenha. Até a próxima!



Comentários

  1. Parece ser um livro imperdível. Fiquei com vontade de ler!

    Boa semana!

    O JOVEM JORNALISTA está no ar cheio de posts novos e novidades! Não deixe de conferir!

    Jovem Jornalista
    Instagram

    Até mais, Emerson Garcia

    ResponderExcluir
  2. Oi!
    Já tinha ouvido falar dessa tendência do King de focar mais em outros gêneros, não conhecia essa história e gostei da premissa!

    https://deiumjeito.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Giovana! Que bom que tenha gostado da premissa. Espero que leia-o e curta bastante. Abraço!

      Excluir
  3. Tem uma pessoa que acompanho no instagram que lê todos os livros desse autor. Confesso que eu tenho um pouco de receio de ficar com medo com as leituras mas amei saber que você gostou da leitura.
    Abraços.


    Www.parafraseandocomvanessa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Vanessa! Não precisa ter medo da leitura. Quando estiver preparada leia-o, tenho certeza que você acabará gostando. Abraço!

      Excluir
  4. Oi Luciano, a primeira vez que vi a capa desse livro achei que fosse um olho nela, só depois de ler a sinopse enxerguei o portal. Não sei se isso foi intencional do King, mas gosto da confusão que sempre me causa. Acho interessante ele abordar temas que não o terror e creio que esse livro deva ser uma fantasia muito gostosa de ler. Acho que já está na minha lista de livros pra ler há um tempinho, mas ainda não tive oportunidade.

    Até breve;
    Helaina (Escritora || Blogueira)
    https://hipercriativa.blogspot.com (Livros, filmes e séries)
    https://universo-invisivel.blogspot.com (Contos, crônicas e afins)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Helaina! Se tiver oportunidade leia-o, certamente você irá gostar. Abraço!

      Excluir
  5. Já tinha ouvido falar bastante desse livro. Porém, mesmo com os comentários positivos, ainda não me aventurei nesse livro. Mas que bom que você curtiu a experiência.
    Bjks!

    Mundinho da Hanna
    TikTok | Instagram | Skoob | Threads

    ResponderExcluir
  6. Oi, Lu!
    Eu adoro a pessoa física do Stephen King, mas morro de medo dos livros dele! uahahahah
    Eu tenho um pouco de medo de terror.
    Pelo visto, você curtiu e é mais corajoso que eu.

    Um beijo,
    Fernanda Rodrigues | contato@algumasobservacoes.com
    Algumas Observações
    Projeto Escrita Criativa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fê! Que pena que você tenha medo de terror. Geralmente as histórias de King são maravilhosas. Beijo!

      Excluir
  7. Oi Luciano, tudo bem?
    Pra quem curte o autor, esse livro parece um prato cheio, reunindo uma boa história desenvolvida junto de personagens marcantes!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Priscila! Estou bem, obrigado. Sim é um livro ótimo. Beijo!

      Excluir
  8. obrigado

    https://sintrabloguecintia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Luciano!
    Esse eu não li ainda,
    mas vou já procurar.
    Brigadin pela dica.
    Bjins de ótimo fim de semana.
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim, uma vez que, o livro é excelente. Bom fim de semana para você também. Beijo!

      Excluir
  10. Bom dia
    Estou de volta ao blogger
    Um abraço, querido ❤️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fabiano! Bom dia meu amigo e bem vindo de volta ao Blogger. Que bom que você voltou para blogosfera. Um abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog